Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Curso promovido pela Ascap forma a primeira turma

Imagem
Jovens e adultos empenhados em aprender como melhor lidar melhor com clientes  “Ando devagar porque já tive pressa/ e levo esse sorriso, porque já chorei demais/ Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe/ eu só levo a certeza de que muito pouco eu sei, eu nada trecho da melodia Tocando em frente, do compositor e cantor Almir Sater

EMBORA TENHA sido a trilha musical do encerramento do curso de Excelência no Atendimento Cliente, promovido pela Ação Social Caminheiros de Antônio de Pádua (Ascap), entre 14 e 18 de abril. O sentimento despertado pela melodia de Sater estava no ar desde o início da atividade. Foram 20 horas/aula ministradas pelo instrutor José Joaquim Júnior e coordenadas por Wanda Pontes, que marcaram positivamente os participantes, com diferentes graus de escolaridade, mas que, em comum, lidam diariamente com clientes nas suas atividades profissionais. 
O encerramento do curso, com a entrega de certificados aos participantes, na noite de sexta-feira (18) foi um moment…

Aberta a temporada de cursos na Ascap

Imagem
A ABERTURA DO  curso de Excelência no Atendimento aO Cliente, na noite dessa segunda-feira (14/5), atendeu às expectativas os participantes. A atividade foi promovida pela Ação Social Caminheiros de Antônio de Pádua, sob a coordenação de Wanda Pontes, tendo como instrutor José Joaquim Júnior. Ao fim do curso, os alunos receberão um certificado.
Ministrado em 20 horas, divididas em aulas de 4 horas, durante cinco dias, o curso aborda temas como ética, desburocratização, papel do atendente na organização, o ciclo do atendimento, o público cidadão, comunicação, atendimento por telefone e E-mail, uso da informática como ferramenta de trabalho e atendimento à pessoa com deficiência. O intuito é capacitar os participantes para atuação no comércio ou no balcão de um órgão público. O mesmo curso foi realizado em repartições da administração pública do Distrito Federal e qualificado como excelente pelos participantes.
Esse é o primeiro curso de uma série de outros e oficinas, planejados pela Asc…

SALVE OS PRETOS VELHOS. HOJE É DIA DE FESTA

Imagem
Hoje é domingo especial, principalmente para todas as mães. Mas é um dia muito especial também para os Caminheiros de Santo Antônio de Pádua, que, a partir das 19h30, vão homenagear uma das mais belas falanges da Umbanda: os pretos velhos.
Que bela coincidência: Dia das Mães e Dia das Pretas e Pretos Velhos. Àquelas agradecemos pela vida que nos deram, além de cuidados, carinhos, amor incondicional, preces solitárias para que tenhamos proteção a cada passo, ante os desafios. São elas que, não importa a situação, estão ao nosso lado, despejando sobre nós um zelo incomum. Só mãe faz isso... Nossa grande e verdadeira amiga, sem nada exigir.
As pretas e pretos velhos são entidades que espalham generosidade, sabedoria e muitos ensinamentos a fim de que consigamos caminhar com mais serenidade. Assim, como as mães estão ao nosso lado em vigília plena. Escudo em todas as horas. São consoladores, luz a iluminar nosso caminho. Expressão viva do perdão e do carinho.
Hoje é dia de agradecer a Zambi …

REAÇÃO AO PRECONCEITO DO PADRE FÁBIO DE MELO

Imagem
Neste ano, quando a Umbanda completa 110 anos do seu surgimento, por meio do Caboclo das Sete Encruzilhadas, mentor do médium Zélio Fernandino de Moraes,  os ataques à religiosidade de matriz africana estão mais acirradas. Não bastassem os evangélicos fundamentalistas, umbandistas e candomblecistas são vilmente atacados pelo padre Fábio de Melo. Como os fundamentalistas, ele sataniza as confissões de fé de matrizes africanas ao demônio. Em reação ao infame ataque, o babalaô Ivanir do Santos, um dos organizadores da tradicional marcha contra a intolerância, no Rio de Janeiro, providenciou uma notificação extrajudicial , por meio do escritório de Advocacia Cândido de Oliveira, em que exige do pastor católico a retirada  do vídeo das redes sociais.  O vídeo é uma indiscutível manifestação de intolerância religiosa e racismo e, não deixa dúvida,  além de incitar a violência contra aos adeptos das religiões de matrizes africanas. Lembra o babalaô, na notificação, que o padre comete infraç…