“Sem a reencarnação não há explicação para nada que ocorre nesse mundo”

Por que a vida parece tão difícil para uns e tão cheia de regalias para outros? O que explica as desigualdades sociais e econômicas? O que motiva a intolerância e os conflitos religiosos? As respostas para essas e outras questões, difíceis à compreensão de muitos, chega até nós por meio do médico psiquiatra e clínico-geral Elias Barbosa, escritor e estudioso da doutrina espírita. Amigo do grande médium Chico Xavier, Elias Barbosa, nascido em Monte Carmelo, Minas Gerais, acolheu, com generosidade, o pedido de entrevista para os blog dos Caminheiros de Santo Antônio. Abaixo a entrevista exclusiva:

— Como médico, qual é a diferença que o senhor faz de uma doença material de um problema provocado por espíritos menos esclarecidos?
Elias Barbosa — Na realidade, o médico nunca sabe onde começa a obsessão e termina a doença física, ou vice versa, já que os espíritos interferem em nossas vidas, a cada minuto, cabendo-nos por em prática o ORAI E VIGIAI. Os problemas orgânicos estão sempre vinculados aos problemas espirituais, uma vez que somos Espíritos eternos em evolução, necessitados de resgatar as dívidas contraídas em vidas pregressas. Afinal, todos teremos que pagar até o “último ceitil”, recomendado pelo Divino Mestre.

— Hoje, a ciência aceita o espiritismo como um dos elementos vivos do nosso planeta?
Elias Barbosa — Infelizmente não. Mas já existem muitos cientistas, inclusive aqui no Brasil, que já estão procurando demonstrar o quanto a ciência tem a ver com o Espiritismo, este necessitando apenas da reforma íntima de seus seguidores, os espíritas-cristãos.

— O que o levou a crer na possibilidade de vida após a morte e na reencarnação?
Elias Barbosa — Desde tenra idade, eu já tinha a certeza do continuísmo da vida após a morte e da inequívoca realidade da reencarnação. Quando na adolescência, li todos os livros de Allan Kardec e os principais recebidos pelo médium Chico Xavier, já constatava que tudo estava dentro de mim.

— Como o senhor definiria a reencarnação, uma vez que exerce uma profissão voltada à vida terrena?
Elias Barbosa — Somente a reencarnação poderá nos explicar a desigualdade humana, dando-nos a esperança de um dia alcançarmos a perfeição, não sabemos quando. Sem a reencarnação, que os antigos chamavam de metempsicose, não há explicação para nada que ocorre neste mundo, por enquanto de provas e expiações, já caminhando para se transformar em Orbe regenerador.

— Há um enorme crescimento das igrejas evangélicas e reações, em vários pontos do nosso país, violentas contras os centros espíritas, principalmente, aqueles de matriz africana. Como o senhor avalia esses conflitos supostamente em nome de Deus?
Elias Barbosa — Todas as religiões que perseguem o Espiritismo ou mesmo os cultos afro-brasileiros, o fazem por causa da inveja do nosso conhecimento doutrinário e do quanto querem exercer, de forma absorvente, o poder aliado às questões de ordem financeira. Por isso, precisamos abençoar todas as crenças que nos perseguem ou que não nos aceitam.
[A equipe dos Caminheiros de Santo Antônio agradece a fraterna contribuição do irmão Elias Barbosa na nossa caminhada em busca por ensinamentos. Que a paz de Oxalá seja luz enterna em sua trajetória.]

Comentários

salvesalve disse…
Nossos trabalhos espirituais, através dos guias trabalhadores da Umbanda, são pela permissão de Nosso Senhor Jesus Cristo.
É Necessário reforçar-mos nosso compromisso responsabilidade entrega. Estes irmãos nos impulsionam mais e mais a trabalharmos com todo amor e muito mais esforço em prol da caridade, ajuda espiritual e material aos irmãos. Os irmãos que criticam discriminam e julgam, são dignos da misericordia Dos mentores socorristas, disse JESUS: não sabem o que dizem. Não fazem idéia do quanto estão prejudicando-se, Jesus nos deixou exemplos para seguí-lo, serví-lo,sem julgar,sem jogarmos pedras: disse Jesus:
Jogue a primeira pedra quem nunca pecou. Fique na paz e no amor de Oxalá.

Postagens mais visitadas