PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Papa defende a intolerância religiosa

A intolerância que tenta, por meio da violência, eliminar as religiões de matriz africana e espíritas agora tem mais um novo aliado. O papa Bento 16 pediu, hoje (21 de março), em Luanda, capital de Angola, na África, que os fiéis se oponham à bruxaria e ao espiritismo, crenças que, às vezes, “implicam inclusive em sacrifícios humanos”. Eis mais um equívoco de Bento 16, quando coloca o espiritismo como uma prática religiosa que aceita sacrifício de animais e de pessoas.

As declarações da maior autoridade da igreja católica apenas reforçam a onda de intolerância religiosa que se alastra pelo mundo e também no Brasil, na maioria das vezes, patrocinada pelos evangélicos fundamentalistas, que fazem da Bíblia uma arma.


Bento 16 equivoca-se com o seu pedido ao povo africano. No Brasil, há mais de 40 milhões de espíritas, que praticam o kardecismo, a umbanda, o candomblé e outras expressões do Espiritismo. Muitos desses 40 milhões de brasileiros professam outras religiões, principalmente a católica. Ou seja, vão à missa aos domingos, mas têm fé na Espiritualidade, seja manifestada em uma mesa kardecista ou um terreiro de Umbanda.

Essas diferentes realidades são desconhecidas pelo papa que, provavelmente, por ignorância atribui ao Espiritismo a prática de “sacrifício humano”. O desconhecimento de Bento 16 esvazia seu discurso. O Espiritismo e a Umbanda não admitem qualquer tipo de sacrifício de animais, muito menos de pessoas. Isso seria um crime, uma violência contra os ensinamentos de Oxalá.
Lamentável que o suposto santo papa tenha um discurso irresponsável, que agride os espíritas, alimenta e faz a apologia da intolerância religiosa em nosso planeta.

Comentários

salvesalve disse…
Preconceitos com as religiões.
É cego a tudo que exterioriza, mas tem olhos que vêem a alma, a essência.
No astral temos muitos amigos espirituais, eles obedecem às leis maiores, precisamos reestruturar pensamentos e sentimentos.
O mundo carnal não é início nem fim apenas um meio, quando os corpos físicos descem a terra para se dissolver já drenaram do corpo espiritual onde reside a vida. Vida eterna.
Antes de renascermos escolhemos passar por determinadas provas para evoluirmos.
O que estamos fazendo para concretizar nosso projeto Mediúnico?
Que os mentores tenham misericordia da falta de sabedoria de tantos irmãos sem esclarecimentos e conhecimentos do plano espiritual das entidades mentores de luz. Que os socorristas renovem nossas forças fé e confiança, na permissão de Cristo a nossos amigos irmãos espirituais.
Creusa Braga disse…
A declaração desse senhor, sem dúvida, demonstra sua insensibilidade e desconhecimento e só vem reforçar o triste prognóstico de que a igreja católica não resistirá por mais 50 anos. Creusa

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas