PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

SALVE OGUM!



ESTE domingo (23) é dia de festa nos Caminheiros de Santo Antônio de Pádua.
É dia de saudar Ogum! Ogunhê!!!

A partir das 19h30, a casa homenageará Ogum, o senhor do ferro, da guerra,  dos caminhos, o vencedor de demanda. Você, familiares, amigos e frequentadores estão convidados a compartilhar deste momento conosco, para expressar gratidão, fé e alegria.

Entre os orixás da Umbanda, ele é um dos mais populares  e está associado a São Jorge, ex-santo católico, venerado por milhões de pessoa em todo  o mundo.  São Jorge foi cassado em 1969, pelo então papa Paulo VI, mas os católicos ignoraram a decisão papal e se mantiveram fiéis a Jorge. Hoje, Ogum ou São Jorge será festejado nas casas de Umbanda e nas igrejas na maioria dos estados.

Na Umbanda, essa ligação se deve ao sincretismo, uma estratégia dos escravos para fugir da perseguição dos escravocratas, que rechaçavam com violência quaisquer outras práticas religiosas que não fossem  a católica. Ogum, na verdade, integra o panteão das divindades da mitologia iorubana, e compõem a egrégora umbandista, ao lado de Oxóssi, Xangô, Nanã, Oxum, Iemanjá e Iansã e outras divindades reconhecidas como orixás.

Para os Caminheiros, homenagear Ogum tem significado muito especial. A casa foi erguida pelas energias de um grande mensageiro desse orixá, o Senhor Ogum da Floresta, que incorporava na dirigente fundadora Antônia Lins. Por anos, ambos comandaram todos os trabalhos espirituais dos caminheiros. Ogum da Floresta atuou firmemente para que a instituição conseguisse erguer a sua sede definitiva. Foi dele também toda a orientação sobre a arquitetura do centro.

Ao saudar Ogum reconhecemos a bravura e a firmeza dos caboclos dessa linha de Umbanda. Ogum é o primeiro orixá que saudamos depois de Exu. Ogum está à frente das legiões de guerreiros espirituais que atuam contra as energias negativas. Em todas as práticas de matriz africana, ele é o senhor do ferro e do aço.

Por meio da sabedoria e das virtudes de Ogum, os homens aprenderam a forjar o ferro, a construir as ferramentas necessárias às atividades agrícolas e também os artefatos de guerra. Mas Ogum não é guerra nem violência. Ele intervém para que haja paz e harmonia entre todos os seres. Por isso, diante de perigos iminentes, invocamos a sua interseção, da mesma forma apelamos à sua generosidade ante os entraves na nossa trajetória terrena, para que ele nos aponte caminhos a seguir.

A esse pai grandioso, expressamos os nossos mais puros sentimentos de agradecimento pela proteção, pelas energias que revigoram nossa fé  e nos ajudam prosseguir na nossa caminhada terrena. Que Ogum nunca se esqueça de nós e nos cubra com sua bandeira de paz e serenidade, para que tenhamos sempre discernimento em todos os momentos da nossa vida.

Salve Ogum! Ogunhê!

Para saber mais clique no link http://oscaminheiros.blogspot.com.br/p/ogum.html

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas