PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Caminheiros de Santo Antônio completam 45 anos. Parabéns!

Gongá do salão principal do Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua

Antônia Lins, fundadora
dos Caminheiros.
Ela desencarnou
em 21 de agosto de 1987
Hoje, há 45 anos, o Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua obteve a sua certidão de nascimento, ou seja, o registro como pessoa jurídica, em cartório do Distrito Federal. Era o começo, com identidade civil, de uma luta incessante travada pela fundadora Antônia Lins, orientada pelo seu mentor espiritual Ogum da Floresta. Foi o primeiro passo para a construção de uma casa umbandista, devotada ao bem comum, esteio para milhares de pessoas que buscam, por meio da ação da espiritualidade, lenitivo para suas angústias e dificuldades.

Ao longo dessas quatro décadas e meia, os Caminheiros se consolidou como casa fiel aos princípios da Umbanda, à prática de dar de graça o que de graça recebemos da espiritualidade. Acolhe, acarinha e tenta, da melhor forma possível, manifestar solidariedade e apoio a todos que batem à porta. Busca, a cada gesto, reforçar a fé em Zambi, convencido de que sem a força do grande Criador nada é possível no universo, menos ainda no plano material em que vivemos

Dedica-se, sem medir esforços, a ser instrumento da espiritualidade, convencido de que essa parceria entre médiuns e mentores do campo astral é fundamental à evolução tanto das pessoas quanto dos seres da espiritualidade, prontos a fazer desabrochar e a elevar a consciência humana de que sem a união pelo amor nada é possível construir. Essa é uma das muitas mensagens legadas por Ogum da Floresta, pilar central da edificação dos Caminheiros, marca indelével e inspiradora de todos os trabalhos que a casa realiza.

“Quando se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha juntos é o começo da realidade”, disse o romancista, dramaturgo e poeta castelhano Miguel de Cervantes, morto há 400 anos (abril de 1616). A frase se tornou popular por meio do poeta e compositor Raul Seixas, que desencarnou em 21 de agosto de 1989. Os Caminheiros de Santo Antônio de Pádua é expressão concreta da sabedoria e sensibilidade de Cervantes. Por anos, sonhomos juntos a edificação da casa. O sonho se materializou.

Hoje, aos 45 anos, os Caminheiros foram erguidos pela aglutinação das forças da Espiritualidade e de centenas de irmãos dedicados e que ainda emprestam todo os esforços para que a casa continue sendo a referência da boa prática umbandista. O que parecia ser um sonho estava escrito nas estrelas iluminadas pela excelsa luz de Zambi e de todos os Orixás.

Que todas as forças da Espiritualidade possam nutrir, cada vez mais, a fé que vivifica e fortalece o Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua, para que prossiga sendo fonte de energias a todos que o procuram.

Parabéns aos Caminheiros!
Agradecimento e amor a Ogum da Floresta e muita iluminação a Antônia Lins, a inesquecível fundadora da casa e merecedora da nossa mais profunda gratidão e carinho.

Parabéns a todos os médiuns e frequentadores que preenchem a casa de vida e são instrumentos da espiritualidade. Que cada um que confiou aos Caminheiros o desenvolvimento dos seus dons mediúnicos e aos que lá chegam recebam sempre as bênçãos de Zambi e de todos o Orixás.

Que as bênçãos da Espiritualidade Maior recaiam sobre os atuais dirigentes, especialmente, à presidente Creusa Lins, para que prossiga, com plena saúde, honrando e preservando os princípios da casa.

Salve os Caminheiros, nesta data querida. 

Conheça a história dos Caminheiros:
http://oscaminheiros.blogspot.com.br/p/40-anos-historia-dos-caminheiros.html

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas