Câmara instala Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana

Clique na imagem para ampliá-la
A Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana, sob a coordenação da deputada Érika Kokay (PT-DF), será instalada nesta terça-feira (24/3), às 10h30, no auditório Freitas Nobre da Câmara dos Deputados. Trata-se de colegiado suprapartidário, que busca a integração entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.  O intuito é somar os esforços das forças comprometidas com o enfrentamento do racismo e a reparação das perdas permanentes impostas aos povos tradicionais de matriz africana. Não podemos esquecer que a escravidão imposta aos africanos  foi classificada como crime de lesa humanidade pela Organização das Nações Unidas.

Garantir a representação dentro do parlamento é importante para os povos tradicionais de matriz africana e para as comunidades de terreiro. Hoje, o povo negro enfrenta a violência do racismo e da intolerância religiosa. O projeto de político dos fundamentalistas tem respaldo nos setores mais retrógrados da sociedade brasileira, cuja capacidade econômica lhes assegura ampla representação dentro do Congresso Nacional.

Apoiar a Frente e estar ao lado dos parlamentares que a compõem, colaborar na reflexão e na tomada de decisões vai além do exercício de cidadania. Trata-se de obrigação do povo negro, na perspectiva de avançar nas conquistas alcançadas.

Comentários

Postagens mais visitadas