PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

SEMANA DOS PRETOS VELHOS(3): Mensagem de Vovó Luiza da Bahia

Quem não gosta de um bom bate-papo com um preto ou preta velha? É como se estivéssemos no colo da vozinha ou do vozinho querido, ganhando um cafuné, um carinho especial. Até o puxãozinho de orelha é sentido como expressão de amor. Nesta Semana dos Pretos Velhos, hoje, trazemos uma mensagem da Vovó Luiza da Bahia (foto), psicografada pela médium Elizabeth Caetano Drumond, em abril de 2008.
"Fios,
Véia veio aqui hoje pra falar de Amor, Caridade e Humildade!
Sabe fios, véia tem escutado muito os fios pedindo pra ser mais humilde, pedindo desculpa por ter falado um não pros irmãos, pedindo desculpa por não ter dado valor à família enquanto estavam tudo encarnado.
Véia quer falar pra suncês entender que quando os pedidos e as desculpas não vêm do coração puro e verdadeiro que todos suncês pode ter, não adianta, fios.
É fácil fazer rezador quando a noite cai e achar que tudo tá resolvido. O difícil, fio, é acordar e conseguir amar a todos como o Pai Maior ensinou, é ajudar um desconhecido quando ele precisar.
Suncês acham que fazer caridade é só com amigo e família?
Isso é fácil, não é fio?
É fácil fazer rezador pro inimigo pedindo paz e luz, mas se o inimigo fazer ou falar alguma coisa que num é do agrado de suncês, suncês tudo esquecem do que pediu prá esses irmãos, se num é de coração num dianta.
Muitas vezes fio, suncês são seus próprios inimigos.
Suncês já fizeram pensador que muitas vezes suncês dão poder e força pros irmãos que nem faz mais pensador em suncês?
Sabe como tudo suncês fazem isso?
Lembrando todos os dias desses irmãos, falando todos os dias desses irmãos, julgando todos os dias esses irmãos.
E sabe o que é o pior, fio? Muitas vezes, suncês tiveram culpa das tristezas de seus corações.
É fácil né, fio, culpar sempre alguém pelos seus erros, quedas e tristezas?
Porque os acertos fios, suncês levam o troféu suzinhos, às vezes fiu, suncês até falam que um irmão ajudou na vitória, mas se num fosse suncês não teria sido tão perfeito. Isso, fio, é falsa humildade! Fio, cadê a caridade? Cadê o amor com os irmãos?
“Amai vos uns aos outros como eu vos amei”. Suncês lembram quem falou isso? Foi o Pai Maior!
E sabe o que Véia tem prá falar? Nada nesse mundão acontece ou deixa de acontecer que não seja da vontade de Nosso Pai.
Orai e Vigiai, fios.
E nada nesse canzuá acontece ou deixa de acontecer que não seja da vontade do meu irmão Pery.
Que por mais erros, desvius e quedas que suncês passam, ele está sempre respeitando a vontade de cada um de suncês e sempre está de coração aberto pra tentar acertar e levantar tudo suncês.
E nós tudo estamos juntos ao seu lado prá pudê encaminhar cada problema prá direção certa.
Fios, quando suncês acordarem todos os dias agradeçam a nós não, e sim ao Pai Maior, por estarem encarnados e terem a oportunidade de resgatar seus carmas.
Como Véia sempre diz, só podemos ajudar se for do nosso merecimento e do merecimento de cada um de suncês, e somente se o Pai Maior quiser e achar que nós podemos ajudar.
Olhe prá um irmão como se fosse suncês. Não julguem para num serem julgados. Mas escutem sempre, pra sempre poderem ser escutados.
Reconhecer seus erros e injustiças é ser humano, é ser umbandista. Abaixar a cabeça e chorar não é vergonha não fio, é ser humilde.
Nêga Véia si dispedi com esperança de que cada um que leu esse papel tenha entrado um pouquinho de irmandade dentro do coração de cada fio dessa cá Terra.
Que meu Pai Oxalá abençoe tudo suncês, que minha Mãe Oxum os cubra com seu manto pra que os inimigos não os enxerguem.
Saravá todo povo da Bahia!
Saravá todo povo de Congo!
Saravá todo povo de Mina!
Saravá todo povo de Angola!
Saravá todo povo de Nagô!
Saravá Umbanda!"

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas