PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

O caminho do coração


Mensagem de Julie Redstone

O caminho do coração não é uma técnica ou caminho espiritual: é a própria vida que leva cada um de nós a uma maior compreensão e experiência do que é ou não é o amor.

É a passagem do tempo e o movimento através do espaço que se tece em um aprofundamento da sabedoria, não apenas para o erudito ou para os que se inclinam à espiritualidade, mas para os muitos que estão apenas “vivendo as suas vidas”, bem como para aqueles que estão em um caminho espiritual consciente.

Em todos os sentidos, durante todo o tempo, estamos aprendendo sobre o amor, algumas vezes através de sua presença em nossas vidas, mas também através de sua ausência.

Os ensinamentos da vida sobre o amor vêm em muitos pacotes. Eles chegam no riso das crianças, na dedicação aos amigos, no compromisso com algo que o coração se preocupa com paixão, no desejo pela bondade, no desejo de ajudar os outros, na ânsia de ter um coração livre da dor que ele carrega, na suavidades dos braços de um ente querido, no abraço tranqüilo da família, na segurança de estar em casa.

Estas são as experiências comuns da vida que são fundamentais ao nosso aprendizado sobre o amor e que são profundas em seus ensinamentos. Quando elas estão ausentes, causam uma dor e um vazio no coração que viajam conosco onde quer que sigamos.

É possível ignorar as mensagens que a vida quer que aprendamos sobre o caminho do coração, pois somos livres para escolher o que desejamos prestar atenção e o que desejamos ignorar.

No entanto, inevitavelmente, se nos desviarmos da presença do amor muitas vezes, a dor em nosso coração começará a transmitir uma mensagem própria e se tornará uma dor física no corpo, exigindo uma mudança em relação a ela, a fim de nos curarmos, ou isto se tornará um vazio em nossa alma que comunicará, cada vez mais, uma solidão e uma saudade do que anteriormente rejeitamos.

Não há ninguém no mundo que tenha menos necessidade de amor.

Não há ninguém cujo ser interior possa verdadeiramente ficar satisfeito com as armadilhas de uma vida de grande poder, sucesso, riqueza e influência. No interior de tal pessoa há percepções que vêm apenas nos momentos de solidão – percepções que transmitem à compreensão interior o que foi perdido, a fim de ganhar o que pode ter sido menos valioso.

O mesmo é verdadeiro para aqueles que estão irritados, desiludidos ou amargos – para aqueles que parecem ter desistido da intimidade e que permanecem ou indiferentes ou críticos, ou em apuros com outros, especialmente aqueles que estão próximos a eles.

Não há nenhuma pessoa irritada que bem interiormente não tenha um coração que bata no mesmo ritmo que os outros? Um ritmo implantado pelo Criador, de corações que têm tanto um componente físico, emocional e espiritual? Que leva parte do ser a continuar a busca pela experiência do amor, ainda que a outra parte o rejeite?

Isto é porque aqueles que são criminosos da pior espécie podem ainda amar a seu modo. É porque os seus corações estão divididos e em alguns, uma grande porção se separou da sua humanidade, enquanto em outra parte, eles se apegam à pequena expressão de amor de que eles permanecem capazes.

Se estivermos abertos aos ensinamentos da vida, nós percorreremos o caminho do coração sem dificuldades e sem confusão, pois ele nos levará do amor ao amor maior, tanto em termos de nossa compreensão, quanto de nossa experiência.

No final, este mesmo caminho nos levará a compreender e a experienciar a natureza do amor de Deus, e a vê-lo em todos os lugares, em suas múltiplas formas e expressões na Terra. Desta maneira, nós aprenderemos a viver uma vida sagrada, construída no amor e isto celebra o amor na totalidade da vida.

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas