Festa de Xangô

Amanhã, domingo, 30 de setembro, os Caminheiros de Santo Antônio de Pádua vão homenagear, com muita fé e humildade, Xangô, o orixá da Justiça. Será, como ocorre todos os anos, uma festa singela, mas dominada pela gratidão pelas bênçãos desse grande pai, que a todos acolhe sempre com muito carinho.

No Brasil, em razão do sincretismo religioso, Xangô está associado a diferentes santos católicos. Essa associação ocorre em razão das diferentes qualidades de Xangô, que, por sua vez, estão relacionadas às várias lendas que existem sobre o orixá, em razão das suas virtudes e batalhas. Pela sua sabedoria, Xangô (Xangô Ogodô ou Xangô Velho) é identificado com São Jerônimo, o erudito doutro da igreja latina, cuja festa é em 30 de setembro.

Ele dança com o ochê (oxê, o machado de dois gumes). Xangô-Airá, velho e alquebrado, veste-se de branco com barras vermelhas e corresponde a São Pedro. Xangô de ouro ou Xangô Menino (Ani-Xangô) está associado a São João e é festejado em 24 de junho. Xangô Aganju é identificado com São Miguel Arcanjo. A literatura sobre a Umbanda e o Candomblé revela que existem outras qualidades de Xangô, mas não é o que importa nesse momento.O mais importante é conseguirmos expressar a nossa devoção, carinho e confiança nesse grande guerreiro que nos ampara e nos defende diante da injustiça, e nos inspira a trilharmos um caminho correto.
 
Salve Xangô, rei de Oyó
Caô, cabecilé


Festa de Xangô
Dia 30 de setembro
Horário: 19h
Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua
EQNO 1/3, Lote A, Área Especial, Setor O de Ceilândia Norte

Comentários

Postagens mais visitadas