Brasília pela igualdade racial

Nesta quarta-feira, Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial,a versão brasiliense da Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial (Seppir-DF) assinou convênio com a iniciativa privada para assegurar a inserção de negros, índios e ciganos no mercado de trabalho. Na cerimônia, com a participação da ministra Luiza Bairros, a secretária Josefina Serra dos Santos lançou o selo “Brasília pela Igualdade Racial” para incentivar os empresários a se engajarem na luta pela igualdade entre as raças, contribuindo para ampliar vagas para afrodescendentes, índios e ciganos. 

O evento foi parte das comemorações do Dia Internacional de Combate ao Racismo e deve beneficiar mais da metade da população brasiliense, de acordo com a Amostragem de Percentual Étnico-Racial do Distrito Federal, promovida pela Companhia de Planejamento (Codeplan) e apresentada na solenidade. O estudo apontou que 57,5% dos moradores das 24 regiões administrativas pesquisadas declararam-se negros ou pardos, o que equivale a 1,3 milhão de pessoas sobre um pouco mais de 975 mil não negros. Os negros são maioria em 17 regiões e em todas as faixas etárias, mas ainda têm menos acesso à educação superior e ao mercado de trabalho.

Comentários

Postagens mais visitadas