PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Secretaria de Direitos de Cidadania de Minas realiza seminário sobre comunidades afro-brasileiras

Belo Horizonte - A Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania, por meio da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial, vai realizar na sexta-feira, dia 10, às 14h, o seminário “Pesquisa das Expressões Culturais e Comunidades Tradicionais Afro-brasileiras de Belo Horizonte”. O evento será realizado no auditório da Secretaria Municipal de Políticas Sociais, na rua Espírito Santo, 505, 18° andar, Centro.

O seminário tem o objetivo de apresentar a metodologia e o cronograma de execução da pesquisa para todos os interessados a fim de garantir o diálogo participativo com a sociedade civil. O público alvo é formado por representantes das entidades do movimento negro, dos grupos de expressão cultural afro-brasileira (soul, hip-hop, samba e capoeira, entre outros) e comunidades tradicionais como quilombos, terreiros de candomblé e umbanda. Também são aguardados os conselheiros municipais de Promoção da Igualdade Racial e os servidores públicos municipais, principalmente os que acompanham a implantação da Política Municipal de Promoção da Igualdade Racial.
A pesquisa tem o objetivo de identificar e investigar a história das comunidades tradicionais afro-brasileiras e dos grupos de expressão cultural afro-brasileira de Belo Horizonte para demonstrar sua contribuição para a manutenção da diversidade cultural da cidade. Assim, a Prefeitura de Belo Horizonte pretende também avançar na implantação a política municipal de promoção da igualdade racial por meio de ações que contemplem a especificidade étnica e cultural da população negra.

A pesquisa será realizada pelo Núcleo de Estudos sobre Populações Quilombolas e Tradicionais da Universidade Federal de Minas Gerais (NUQ/UFMG), entre fevereiro e junho deste ano. O resultado será publicado em um catálogo e distribuído em escolas, bibliotecas, centros culturais e entidades da sociedade civil.

O secretário municipal adjunto de Direitos de Cidadania, José Wilson Ricardo, considera o levantamento de grande relevância para a conscientização da população em torno da igualdade racial e do resgate da memória, da cultura e da identidade étnica da população negra em Belo Horizonte. “A publicação de um catálogo com os resultados dessa pesquisa permitirá aos educadores, alunos e à comunidade em geral ampliar seu conhecimento sobre a cultura afro-brasileira e reforçar sua importância na construção de uma identidade”, complementa.

A realização da pesquisa e do seminário foi viabilizada por meio de um convênio da Prefeitura de Belo Horizonte com a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

Comentários

creusa disse…
Ótima iniciativa. E no DF nada. Será que é a falta de dízimo?

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas