PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Espiritismo volta à tela da Globo


A doutrina espírita volta à tela da tevê Globo, a partir de 5 de março, com a novela Amor Eterno Amor, de autoria de Elizabeth Jhin, que já escreveu outras novelas que foram sucesso na Rede Globo, como “Eterna Magia”  (2007), que tinha como pano de fundo uma cidadezinha mineira fundada por imigrantes irlandeses e contava a história de bruxos do bem e do mal e também “Escrito nas Estrelas”, que mostrava a história de amor entre os personagens de Nathalia Dill e Jayme Monjardim, que era um espírito desencarnado. Ambas bateram recorde de audiência.
A trama da nova novela trará o fenômeno conhecido como “crianças índigo”, condição humana defendida pela psedociência e parapsicologia, onde crianças com habilidades especiais trariam uma Nova Era para a humanidade. Essas crianças seriam mais intuitivas, criativas, espiritualistas e sensíveis, facilmente diferenciadas de outras.

Em entrevista, a autora diz amar o trabalho de Ivani Ribeiro, autora da novela “A Viagem” e que não é espírita, embora tenha de consolidado como escritora espiritualista. “Fui criada na religião católica, mas não frequento a Igreja. Sou simpatizante do budismo, do espiritismo kardecista e sou apaixonada pela doutrina cristã: amor ao próximo, a compaixão… Sempre gostei de novelas sobre o tema.”

A autora diz que tem lido bastante os livros de Allan Kardec, Chico Xavier e outras obras para ter uma base e “para não errar nada sobre o espiritismo”. Justifica ainda o interesse do público por tramas que envolvem questões transcendentais“ As pessoas têm necessidade de se apegar a alguma explicação sobre a existência".

No elenco estão a atriz-mirim Klara Castanho, que interpretará uma garota que prevê o futuro e é guiada pelo espírito Lexor (Othon Bastos), Gabriel Nunes, interpretará garoto que pode se comunicar com animais. A atriz Ana Lúcia Torre conta que está muito feliz e animada com o novo trabalho: “Eu sou espírita e a minha família é espírita. Desde quatro ou cinco anos, eu já sabia o que fazia. Isso facilita muito, porque você já tem o entendimento, já é uma coisa sua… Cada um de nós tem um tipo de mediunidade, que se desenvolve mais ou menos. Mas, todos somos iguais, somos feitos de energia. Cada um tem a sua”, afirmou ela. A personagem  é frequentadora de um centro de cura, em São Paulo, a atriz terá dois momentos na novela:   viva em procura do filho perdido e posteriomente  continuará ajudando-o, como espírito.

Comentários

Caboclo Brasileiro disse…
Um tema muito bom, hoje a doutrina espirita está em evidencia. Espero que não tenham personagens que se ultilizam da mediunidade para ganhar dinheiro ou passar uma imagem distorcida daqueles que tem fé no contato com o mundo espiritual - como vemos atualmente em uma novela da globo - se for uma coisa séria e bem fundamentada, tem muito a ensinar e a quebrar barreiras como o preconceito por exemplo. Alem do mais mostrar que há muito trabalho nas casas espíritas e que todas estão abertas para receber mão-de-obra e trabalhadores dispostos a praticarem a caridade. Então que venha mais essa novela.
creusa disse…
As novelas tem um papel interessante na formação da opinião pública. O brasileiro gosta de novela e por que não aproveitar para passar bons exemplos. Só estar faltando apresentar a caridade que é prestada em casas umbandistas, pois quando isto acontece normalmente é para denegrir colocando personagens transloucados ou ignorante usando "guias" de forma sustil de nos discriminar.

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas