PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Emissora de tevê ataca o espiritismo

Na tevê ou no jornal: ataques constantes
aos espíritas e aos que são adeptos
das religiões de matriz africana.
A mesma emissora de tevê que foi condenada a abrir a sua grade de programação para o direito de resposta de umbandistas e candomblecistas (vídeo publicado recentemente neste blog) é mais uma vez denunciada pela prática de intolerância religiosa e ataque aos que professam o espiritismo.  Neste sábado, o site http://www.dihitt.com.br/barra/carta-a-comissao-de-combate-a-intolerancia-religiosa publica carta da umbandista Roberta Pereira de Paula Rodrigues à Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, na qual ela reclama de uma inserção publicitária que deprecia o espiritismo.

Na peça publicitária veiculada também neste sábado, ela conta, "um  homem de meia idade começa a relatar problemas com alcoolismo passados por ele, e durante este relato diz com estas palavras: “eu tinha probrema (sic) de espiritismo1”. No fim do seu relato conta que a “igreja” (entende-se evangélica) foi o lugar que o ajudou a se recuperar ao apresentá-lo a Jesus."

A vinheta atribui as dificuldades do personagem ao espiritismo, usa expressões erradas, dando a entender que quem é espírita fala errado, ou seja, não tem escolaridade ou qualquer formação. Na opinião de Roberta Rodrigues, "outro detalhe que chama à atenção é a colocação sobre o causador do problema. É bastante estranho alguém atribuir um problema a uma religião em si. Seria difícil imaginarmos alguém dizendo que tem problema de Cristianismo, ou de Budismo por exemplo."

A sucessão de equívocos é algo premeditado e bem direcionado à doutrina espírita e, principalmente, às instituições que professam a religiosidade de matriz africana (veja imagem). Esse comportamento é recorrente na emissora de tevê, cujo presidente é líder de um ramo neopentecostal, cujos negócios têm sido investigados  pelo Ministério Público Federal, sob suspeita de abuso da boa-fé dos incautos. Lamentável que, como concessão pública, não ocorra uma intervenção rigorosa do poder público, com base na Constituição Federal, que assegura a todos o direito à liberdade de culto no país em que o Estado é laico.

Para conferir acesse:

Comentários

Caboclo Brasileiro disse…
Realmente esse cidadão sofria de espírito...mas é espirito de porco para aceitar e sujeitar a tal papelão. Já passou da hora do poder público tomar uma ação efetiva contra essas pessoas que patrocinam a intolerancia descabida, não respeitam nem a Constituição.
Fica o lembrete que quem pratica atos errados, tem conduta deplorável e outras coisas mais e ficam transferindo a responsabilidade para a espiritualidade na tentativa de justificar seus erros é pecador ao quadrado e Deus é onipresente ele está vendo tudo. Ah! ainda tem a lei de causas e efeitos ... aqui se faz aqui se paga.
creusa disse…
Os anúncios publicados em jornais para a contratação de atores e atrizes por parte dessa "igreja" são constantes. Ao contratar profissionais, eles tentam passar veracidade nesses falsos depoimentos, com o intuito de influenciar os incautos para levá-los aos cultos onde o único objetivo é arrecadar fundos para a fabulosa fortuna do Sr. Edir Macedo e seus iguais.
Li com grande satisfação que a Justiça do Trabalho do RJ reconheceu o vínculo trabalhista de pastor expulso da IURD, após ser taxado de ladrão. Por mim esse ex-pastor merece 100 anos de perdão.

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas