PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Coragem, lucidez e respeito

Embora o Estado brasileiro seja laico, como dispõe a Constituição Federal, a maioria dos órgãos públicos, incluindo os tribunais de Justiça, ostenta símbolos católicos, como crucifixo, em seus principais espaços. A presidente Dilma Rousseff, na primeira semana de trabalho, após a sua posse, em primeiro de janeiro de 2011, retirou do gabinete a cruz que ficava na parede atrás da sua mesa. O exemplo da presidente não se alastrou pelos restante das repartições do Executivo federal. Para eliminar esses ícones de religiosidade de matriz europeia, o Ministério Público de São Paulo ajuizou uma ação.
A iniciativa, que divide opiniões, ganhou um aliado corajoso, o frade Demetrius dos Santos Silva (foto). Em carta ao jornal Folha de S.Paulo, veículo que divulgou a iniciativa do Ministério Público Federal, o frade diz o seguinte:

"Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!
Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.
Não quero mais ver a cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.
Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.
Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.
É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos."

Frade Demetrius dos Santos Silva

PARTICIPE DA ENQUETE (coluna da direita desta página)

Comentários

creusa disse…
Não consegui participar da enquete. Onde ela está?

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas