Filme: Religiosidade afro-brasileira [1]

Compreender a Umbanda e todas as demais religiões de matriz africana exige conhecer um pouco da história dos negros trazidos ao Brasil na condição de escravos. Apesar de toda a agonia, atrocidades e perseguições que enfrentaram, eles deixaram um legado que permeia com fibras destacadas o tecido religioso e cultural brasileiro. Para ajudar nessa compreensão, postamos abaixo o primeiro de uma série de vídeos intitulada “Religiosidade Afro-Brasileira, do professor José Flávio Pessoa de Barros, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Nesse primeiro vídeo, ele conta sobre a chegada dos negros ao Brasil, com suas respectivas origens no continente africano, cuja religiosidade se revelou mais acentuada na Bahia

Pessoa de Barros é graduado em ciências físicas e biológicas pela Universidade Gama Filho, em direito pela Universidade Cândido Mendes, com especialização em antropologia biológica e arqueológica pela Universidade Federal do Rio Janeiro, doutor em antropologia pela Universidade de São Paulo e pós-doutor pela Université Paris-Descartes. Atualmente, ele é professor do curso de especialização da Universidade Federal Fluminense, professor visitante da Universidade de Varsóvia e professor adjunto do Instituto de Humanidades da Universidade Cândido Mendes. Pessoa de Barros tem experiência na área de antropologia, com ênfase em antropologia das populações afro-brasileiras, com atuação destacada nos temas antropologia das religiões, etnobotânica, sistema classificatório e religiões afro-brasileira.

O professor produziu uma extensa obra sobre a religiosidade africana que frutificou no país e garantiu uma identidade religiosa a uma parcela expressiva da sociedade brasileira. Destaque-se: A Galinha d’Angola: Iniciação e Identidade na Cultura Afro-Brasileira. Arno Vogel, Marco Antonio da Silva Mello, Rio de Janeiro: Pallas, 1993.O Segredo das Folhas: Sistema de Classificação de Vegetais no Candomblé Jêje-Nagô do Brasil. Rio de Janeiro: Pallas: UERJ, 1993, 1997, Ewe Orisa: Uso Litúrgico e Terapeutico de Vegetais. Bertrand Brasil, 2000; Na Minha Casa: Preces aos Orixás e Ancestrais, Pallas, 2003, A Fogueira de Xangô, o Orixá de Fogo, Pallas, 2005; Banquete do Rei-Olubajé, Pallas, 2005,

A série “Religiosidade Afro-Brasileira” é um brinde a todos os praticantes, seguidores e simpatizantes das religiões de matriz africana, das quais derivou o ritual de Umbanda. Abaixo, o primeiro filmete da série.

video

Comentários

Postagens mais visitadas