Creche da Estrutural elogia ação da Ascap

"Só tenho a agradecer a Deus. A visita foi ótima e trouxe alegria a todos nós", declarou Socorro Medeiros, uma das dirigentes da Creche Renascer, instalada na Estrutural, ao comentar a visita da direção da Ação Social Caminheiros de Santo Antônio de Pádua às vésperas do Natal.

O presidente da Ascap, José Divino Wenceslau, anunciou que este mês deverá fazer um novo encontro na creche, que abriga mais de 50 crianças, de 2 a 16 anos, filhos de trabalhadores do Lixão da Estrutural. As menores ficam o dia inteiro na instituição enquanto os pais lutam para conseguir o sustento da família. As maiores, já pré-adolescentes,ficam na creche no contraturno da escola.

"Aqui, damos quatro refeições às crianças: café da manhã, almoço, lanche e jantar", diz Socorro Mendes.Segundo ela, não é uma tarefa fácil. A falta de recursos financeiros leva a instituição a dependender, em grande parte, da boa-vontade dos amigos e colaboradores.

Para garantir os alimentos, as dirigentes da creche recorre à Ceasa. Ali, buscam doações entre os vendedores de frutas, verduras e legumes. A coleta ocorre quase todos os dias. Mas somente alimentos não são suficientes para manter a instituição de portas abertas para acolher crianças e adolescentes. Sem nenhuma ajuda governamental, a Renascer precisa de material de limpeza e de higiene pessoal, saco de lixo, luvas e também outros alimentos, como biscoito, produtos para fazer mingau. "São coisinhas para garantir o lanche da meninada", diz Socorro.

Ela diz que o espaço é pequeno e está passando por uma reforma, aproveitando o fim de ano, em que boa parte das crianças ficam com os pais. Hoje, a instituição conta com alfabetizadores voluntários e a sala de aula está sendo ampliada para comportar todos que precisam aprender as primeiras letras e a ler.Socorro também é uma das voluntárias da instituição."Eu nasci em Natal e vim a Brasília para visitar uns parentes, conheci a dona do terreno, que queria fazer alguma coisa pelos filhos dos catadores. Começamos a obra e acabei ficando", conta ela, que há sei anos está à frente da Renascer.

Comentários

Postagens mais visitadas