Força das palavras

Em certa ocasião, uma mulher atormentada pela sua consciência procurou um padre para se confessar. Ele perguntou o quê tanto a atormentava, e ela confessou-lhe que pecara ao falar de pessoas sem o devido cuidado de apurar os fatos, deixando-se levar pelas maledicências, agora ela queria que Deus a perdoasse. O padre então lhe disse que poderia perdoá-la, para tanto bastaria que ela cumprisse a penitência que ele determinaria.
Ela deveria subir no mais alto telhado que ela alcançasse com um travesseiro de penas de ganso. Lá chegando, cortaria o travesseiro ao meio e espalharia todas as penas para que o vento as levasse.
Ela, então, animada com a tarefa, relativamente fácil, logo se propôs a cumprir a penitência. Terminada a tarefa, ela voltou à igreja e perguntou ao padre: - Então padre estou perdoada?
Ele respondeu: - Sim, filha, tão logo você consiga recolher todas as penas que saíram do travesseiro e que foram levadas pelo vento.
Nossas palavras têm força e quando levadas pelo vento, dificilmente podem ser alcançadas, seja para o bem, seja para o mal.

Comentários

Postagens mais visitadas