PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Segurança pública e religião

Na última semana de agosto, ocorrerá, em Brasília, a 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, promovida pelo Ministério da Justiça. Será um momento histórico, quando toda a sociedade brasileira, por meio das suas legítimas representações, poderá propor, opinar, questionar e votar sobre as bases de uma futura política de segurança pública.
Para os espíritas, que buscam a construção de uma sociedade de paz e mais fraterna, o tema é muito importante. É o momento de apresentar propostas que levem à solução dos conflitos sem violência. As divergências nunca deixarão de existir. Cada indivíduo tem uma maneira peculiar de enxergar a realidade. Mas a solução das diferenças não passa pelas armas (de fogo ou brancas), pelas agressões físicas ou verbais. É mais forte e vitorioso quem tem a melhor idéia, cujos efeitos tenham maior abrangência na coletividade e reflitam no seu bem-estar.
O tema segurança pública tem uma estreita relação com os umbandistas e candomblecistas, hoje, alvos da intolerância religiosa por parte dos neopentecostais que rechaçam a pluralidade religiosa e a diversidade étnica e cultural, bases da formação da sociedade brasileira.
Hoje, a intolerância religiosa é tratada com excessiva “tolerância” pelas autoridades policiais e do Judiciário. As agressões praticadas pelos evangélicos contra umbandistas e candomblecistas são ignoradas, apesar de se constituírem em violência contra um dos direitos fundamentais da pessoa humana como a liberdade religiosa e de culto.
As instituições umbandistas e candomblecistas devem se unir para, juntas, exigir que a nova política de segurança pública force as autoridades a se posicionarem contra as agressões dos evangélicos aos terreiros e aos praticantes das religiões afrobrasileiras. O respeito às liberdades de culto e de religião também é essencial à construção de uma cultura de paz dentro da diversidade.
Em Brasília, a etapa distrital da conferência ocorrerá dias 16 e 18 de julho, no Colégio Militar de Brasília. A Conferência Nacional de Segurança Pública será de 27 a 31 de agosto, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.
Mais informações:
http://www.ssp.df.gov.br/
http://www.conseg.gov.br/

Comentários

creusa lins disse…
A participação de entidades religiosas como a nossa é importante uma vez que as autoridades não veem o perigo que ronda a nossa Sociedade diante de atitudes de fanáticos que se escondem atrás de duvidosa fé, para agredir aqueles que não professam seus rituais. Como poderíamos nos inscrever? Apesar do quê, creio que aqui será apenas mais um palco para políticos se promoverem.

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas