PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Festa de Ogum, domingo, dia 26

Os Caminheiros de Santo Antônio de Pádua vão homenagear, com muita alegria e fé, Ogum, o santo guerreiro, no próximo domingo, dia 26, a partir das 19h30. Aos 38 anos, os Caminheiros têm uma trajetória entrelaçada com esse grande Orixá, que, segundo a lenda, foi o primeiro a descer do Orum (céu), a mando de Olorum (Deus), para ensinar os homens a forjarem o ferro para as atividades de caça, agrícola e da guerra.
Na Umbanda, Ogum é o guerreiro, o general destemido e estratégico. É grande vencedor das batalhas e desbravador que busca a evolução. Por todas essas características, a Ogum também é considerado o defensor dos desamparados. Quando esteve no mundo, comprava as causas dos indefesos, sempre justo e benevolente.
O Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua foi criado por Ogum da Floresta, guia-chefe e mentor espiritual de Antônia Lins, fundadora e primeira presidente da Casa. Ambos tiveram uma caminhada firme e decidida rumo ao cumprimento da missão recebida da Espiritualidade de deixar uma obra em favor do próximo e dos menos favorecidos. A força de Ogum da Floresta unida à fé obstinada de Antônia Lins deixou esse grande legado à comunidade umbandista do Distrito Federal e ao restante do país.
Hoje, os Caminheiros orgulham-se dos seus 38 anos de idade, dos quais 31 no Setor O de Ceilândia. Em 1978, a homenagem a Ogum foi a primeira festa na sede provisória, no terreno em que, hoje, está erguido o Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua. Com a ajuda de Ogum, de todos os outros orixás e da Espiritualidade, em diferentes graus de evolução, os Caminheiros vêm construindo sua trajetória e buscando ser fiel às orientações de Ogum da Floresta.
É uma batalha atrás da outra. Uma luta árdua, mas compensada pelas alegrias das boas-novas trazidas pelos irmãos que chegam à Casa para agradecer as graças alcançadas: a retomada do equilíbrio emocional, espiritual, o reencontro com a fé em Deus, a volta da paz aos seus lares, o emprego conseguido, a recuperação da saúde e do vigor do corpo físico ou um simples obrigado por ter encontrado nos Caminheiros um ombro amigo ou uma mão carinhosa estendida.
Os encontros nos Caminheiros ocorrem às quartas-feiras, quando a Casa abre suas portas para que a comunidade possa dialogar com os guias de consulta. Nas quintas-feiras, durante a Fonte das Rosas Brancas, os irmãos com problemas de saúde recebem o tratamento dos mestres e médicos da espiritualidade. A Fonte das Rosas Brancas é dirigida pelo querido irmão Manoel Antão, um dos primeiros médiuns fundadores dos Caminheiros. O encontro também ocorre aos sábados, durante a sessão de desobsessão. Aos domingos, os Caminheiros também está aberto para o desenvolvimento dos médiuns e, em seguida, ao atendimento dos irmãos que buscam, no passe espiritual, um lenitivo para suas dores e problemas. Essa rotina semanal se repete há 38 anos sob as bênçãos de Oxalá, Ogum e das falanges de todos os outros Orixás.
Que a luz de Olurum, o grande criador, seja energia a guiar todos os Caminheiros no cumprimento fiel da sua missão voltada à evolução espiritual e ao engrandecimento dos ensinamentos de seu filho, Oxalá, com justiça e a firmeza do aço de Ogum.

Venha homenagear Ogum junto com todos os caminheiros, domingo, às 19h30, na EQNO 1/3 - Área Especial - Setor O de Ceilândia

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas