Caminheiros de Santo Antônio: rumo aos 50 anos

 Link para Acesso ao conteúdo
Link para a Versão em PDF

Chegamos a 2021, ano em que o Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua completa 50 anos de existência. Embora todos nós estejamos com o coração cheio de esperanças, para que o pesadelo da covid-19 seja dissipado de nossa vida, não temos domínio sobre o futuro. A vacina não chegou ao país e, quando chegar, a imunização em massa deverá durar um ano ou mais. Ou seja, estamos longe do reencontro com o "normal" que vivíamos um ano atrás. 

Mas a nossa casa, construída sobre forte pilares, tanto de concreto quanto de fé em Zambi, nos orixás e na Espiritualidade Maior, segue firme sua trajetória, contornando a crise e cumprindo a sua missão de auxiliar quem bate à porta.  Não poderíamos — e não podemos — deixar passar em brancas nuvens o cinquentenário da nossa casa. O centro é motivo de orgulho e nossa fonte de energia para superarmos as adversidades e nos impulsionar para vencer os obstáculos naturais deste plano material. 

Cada um de nós e aqueles que passaram foram atendidos em seus apelos, de acordo com merecimento de cada um, teve o apoio da Espiritualidade e dos mentores da casa nessa caminhada, nos momentos difíceis.

Como expressão de gratidão e reconhecimento das forças que regem os Caminheiros, desde os guardiões até todos os guias e protetores, e em homenagem aos que colaboraram para a edificação material e espiritual da casa, a começar pela fundadora Antônia Lins, pela atual dirigente Creusa Lins, a equipe de comunicação dos Caminheiros está empenhada em fazer uma pequena revista mensal: Os Caminheiros.

Contaremos, em capítulos, a história da nossa casa e traremos a visão dos Caminheiros sobre a nossa prática de Umbanda. Esperamos, a cada número, contar com a contribuição de todos, com críticas para que a publicação seja aprimorada, seja com informações seja com lembranças de episódios que marcaram esses 50 anos de caminhada. E como caminhamos. Uma trajetória árdua, mas compensadora pelo bem que ela faz a todos.

Para comemorar o Jubileu de Ouro dos Caminheiros, esperamos ter a colaboração de todos para as gravações de depoimentos de cada médium da casa. Colhemos alguns depoimentos de irmãos e irmãs que passaram pelos Caminheiros. Em breve, esses testemunhos serão exibidos pelo canal do centro no YouTube e divulgados pelas redes sociais da casa. 

A expectativa é de que até agosto possamos estar reunidos, como sempre estivemos, para homenagear a nossa casa com uma bela programação de eventos. Queremos compartilhar com todos a nossa alegria e homenagear não só os que hoje tornam os Caminheiros uma instituição singular na prática da Umbanda, mas também todos que participaram dessa grandiosa obra e seguiram para a espiritualidade.

Esperamos que gostem deste humilde primeiro número de — um ensaio do que queremos produzir — e colaborem para as futuras edições. Na vida e numa casa umbandista, tudo é feito em grupo. Um dando as mãos aos outros, numa corrente de forças e de fé.

Comentários

Anônimo disse…
Tenho muito orgulho de está inserida na história dessa casa. Tive a honra de conviver com a sua fundadora e hoje conviver com sua filha e dirigente. Foi com muita luts que hoje, temos uma casa com seu espaço físico e instalações que mos acolhem com conforto e segurança. Sou grata a espiritualidade e aos guias dessa casa, por todas as vezes que eu e minha família precisamos de acolhimento e caridades para sanar as nossas aflições, ali estava o grupo de trabalhadores, sempre a nos estender suas mãos e cumprir o ensinamento do mentor espiritual da casa: "fazei a caridade sem olhar a quem". E finalizo, rogando a Oxalá que continue protegendo a nossa preciosa casa, para que ela continue a atender a todos que a sua porta vatem com o mesmo carinho e compromisso. Gratidão sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Salve São José. Salve Xangô!

A diferença entre incorporação na umbanda e transe de orixá

Salmo 23 na versão da Umbanda