Meio século de compromisso com a Umbanda e amor ao próximo

Salão principal preparado para a cerimônia dos 50 anos dos Caminheiros 


Domingo, 15 de agosto de 2021. Esta data ficará gravada para sempre na história do Centro Espírita Caminheiros de Santo Antônio de Pádua, que completou 50 anos da sua fundação, em 10 de agosto de 1971. O Jubileu de Ouro foi marcado por uma festa singular, sem ostentação, tudo muito simples, mas pleno de boas energias. Entre médiuns, antigos e novo, convidados mais de 50 pessoas testemunharam um momento esplendoroso pleno de alegria e harmonia. Entre os muitos convidados, estava o secretário de Cultura do DF, Bartolomeu Rodrigues, que muito honrou a casa com sua presença, acompanhado do filho, Joaquim Pedro, advogado criminalista.

A grande maioria dos médiuns se envolveu em todas as etapas da comemoração. Desde a produção do roteiro, limpeza e ornamentação, doações de doces, salgadinhos e do bolo para o aniversariante, instalação do som, gravação, iluminação — a festa foi divulgada ao vivo, por meio do Instagram — até um pequeno fiapo sobre o tapete vermelho era retirado. Todos queriam e conseguiram criam um ambiente perfeito para festa. Uma expressão viva do amor e do carinho de todos pelo nosso espaço de diálogo com o sagrado, com a espiritualidade e de troca de energias com todos que chegam aos Caminheiros.

O Jubileu de Ouro dos Caminheiros não ocorreria nunca não fossem a fé, a perseverança e o amor de Antônia Lins, médium egressa dos Caminheiros da Verdade, localizado no Rio de Janeiro. Ela dedicou sua vida à Umbanda e, principalmente, aos Caminheiros de Santo Antônio de Pádua, com devoção singular e deixou a todos um legado inestimável, que em 10 de agosto completou 50 anos.

Melhor do que descrever o evento alusivo ao Jubileu de Ouro dos Caminheiros é mostrar a cena por meio de vídeo da cerimônia e algumas imagens dos preparativos

IMAGENS DOS PREPARATIVOS

VÍDEO DA CERIMÔNIA




Comentários

Haia disse…
Uma Comemoração linda e cheia de energias positivas..
Parabéns a todos que fizeram acontecer!

Postagens mais visitadas deste blog

Salve São José. Salve Xangô!

Salmo 23 na versão da Umbanda

A diferença entre incorporação na umbanda e transe de orixá