PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Mortes coletivas, a dor em Luziânia


Mais uma vez a imprudência e a irresponsabilidade provocaram o desencarne de quatro crianças, uma adolescente e dois homens. Todos integravam a mesma família. A tragédia ocorreu no último sábado, no lago de Corumbá 3, no município de Luziânia (GO), a cerca de 100km de Brasília. Uma canoa motorizada, com capacidade para cinco pessoas, transportava 11 passageiros, dos quais apenas uma tinha colete salva-vidas e duas sabiam nadar. As olhos de quem está distante da cena, o desfecho não poderia ser outro: a embarcação afundou.

Por mais tensa e sofrida que seja a situação, o Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, ensina que o desencarne coletivo "ocorre porque um grupo ou grupos de espíritos comprometidos com um mesmo débito ou com débitos semelhantes, em reencarnações pregressas, se associam, ainda na espiritualidade, antes do renascimento, com a finalidade de realizar 'trabalho redentor em resgates coletivos'".

"Por estar relacionado a experiências evolutivas, o desencarne coletivo é previsto por entidades benfeitoras espirituais, que acolhem os desencarnantes imediatamente, muitas vezes em postos de socorro por eles montados através da vontade/pensamento, na própria região da catástrofe ou desastre." O resgate de nossas ações contrárias à Lei Divina, ao bem e ao amor, pode ocorrer de várias formas, inclusive coletivamente. 

Refletir sobre o ensinamento oferecido pelo codificador do Espiritismo não elimina a dor de quem perdeu os entes querido. Permite, contudo, uma compreensão melhor do fato que, segundo a espiritualidade, foi previamente combinado por aqueles que, a nosso ver, partiram de maneira brutal.  

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas