PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE

PARCEIRO NA SOLIDARIEDADE
Campanha para o Natal — clique na imagem

Comissão pede tombamento da área berço da Umbanda

O casarão, em Neves, no municípío de São Gonçalo, foi demolido em 5 de outubro. Sem conservação, a casa foi cenário, em 15 de novembro de 1908, do laçamnto das base da Umbanda pelo Caboclo 7 Encruzilhadas, incorporado no médium Zélio Fernandino de Moraes
Na última quinta-feira (6/10) — um depois da demolição do Berço da Umbanda —, uma comissão, formada por líderes religiosos e o interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), Ivanir dos Santos, teve reuniu-se na Prefeitura de São Gonçalo, com o chefe de gabinete da prefeita Aparecida Panisset (PDT), Eugênio Abreu. Pela primeira vez, a comissão propôs o tombamento do imóvel e protocolou o pedido, diante do valor histórico, cultural e religioso.
Além disso, foi anunciada pela Comissão de Intolerância um pedido para uma parceria com o governo federal para a construção de um museu no local. Segundo Ivanir dos Santos, uma audiência será marcada com Iphan, provavelmente na semana que vem para apresentação da proposta do museu.
“Temos contatos em Brasília e vamos buscar a verba, via Ministério da Cultura. A casa realmente já estava condenada e, neste caso, seria feita uma nova construção”, declarou Ivanir.
Por sua vez, a Prefeitura de São Gonçalo informou que não tem interesse em demolir o imóvel localizado em Neves, e que vai analisar o tombamento da casa. Entretanto, o governo municipal disse que não pode impedir o trabalho de demolição da residência, por ela ser uma propriedade particular.
Durante o encontro com Ivanir, a Prefeitura negou a demolição de outra casa, localizada na Estrada do Monte Formoso, no Sacramento, que também abriga um templo umbandista. Segundo a administração municipal, o imóvel não está incluída na área onde será construída uma Vila Olímpica.

Comentários

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE

PARCEIROS NA SOLIDARIEDADE
clique na imagem para abrir o link

Postagens mais visitadas